Torne-se um profissional Mente Aberta com o IBELT!

Por Pieracciani, 11 de Junho de 2018

Compartilhe o conteúdo!

O que é um “Mente aberta”?

Nas corporações é muito comum ouvir a máxima "mas nós sempre fizemos assim" e com essa repetida frase, várias potenciais inovações são enterradas e pessoas se sentem desmotivadas. Como se engajar se o clima organizacional é refratário a inovação? Se o que reina na corporação é fazer mais do mesmo?

A resposta a essa e outras dificuldades tão comuns no dia a dia das empresas é: Seja um "mente aberta" convicto.

Mantenha aguçada a sua habilidade de sentir e perceber o que ocorre ao seu redor, nos ambientes internos e externo. Coloque todo o seu arsenal sensorial a disposição de sentir, ouvir, ver e com isso ampliar sua percepção. Torne-se um empático por essência, despreze os pré julgamentos.

Não pare de sonhar e criar sempre. Acredite e arrisque e pratique cotidianamente o longo caminho de transformar a si próprio e o ambiente onde vc esteja.

Lembre-se que não é o mundo que muda, é a nossa visão do mundo que continuamente vai se transformando. E melhor, adote essas atitudes por elas terem fortes significados para você e não porque alguém o ordena ou por esse tipo de comportamento ser a “moda da vez”. Conheça seus próprios limites e expanda-os.

Esse é um resumo do que vimos no último dia 08/06 na imersão sobre Mente Aberta ministrada pelo facilitador Carlos Loureiro, sócio diretor da Pieracciani, no último Módulo Pessoas do IBELT

Confira as fotos!

 

Pieracciani

Pieracciani

Um Time multidisciplinar preparado para pesquisar, conceber soluções e agir de forma inovadora.

conteÚdos relacionados

Leia o artigo do Sócio Diretor da Pieracciani, Francisco Tripodi, publicado no E-book: O que levar em conta no planejamento

Saiba mais
O planejamento da inovação

Acompanhe a sequência de publicações a respeito de interpretação de dados e entenda como utilizá-los de forma assertiva

Saiba mais
Visualização de dados, o que é como utilizar

Kit Pieracciani Rota 2030, traz um diagnóstico individual que avalia o grau de maturidade empresarial para o programa

Saiba mais
Vale a pena se habilitar no Rota 2030?

Nesta segunda publicação da série: “O surf e o mundo corporativo”, abordaremos a importância de esvaziar a mente e as experiências

Saiba mais
O surf e o mundo corporativo: combinar trabalho e lazer melhora a produtividade