Metodologias Ágeis: O que são e como funcionam?

Em 23 de Dezembro de 2020

Compartilhe o conteúdo!

As metodologias ágeis surgiram da indústria de software e se disseminaram para o mundo dos negócios, pois elas focam em resolver problemas complexos de maneira mais eficiente.Neste artigo, buscamos  apresentar informações concisas que podem ajudar as empresas a se beneficiarem da adoção de práticas das metodologias ágeis e revolucionarem seus processos de gestão.

O que são as metodologias ágeis?

Estamos vivendo um momento em que a informação e a tecnologia avançam exponencialmente. Diante da transformação digital que estamos acompanhando, devemos imaginar que os processos de uma forma geral devem seguir o mesmo fluxo.

Pensando nisso, em 2001, um grupo de desenvolvedores de software se reuniu em Utah, nos EUA, para debater o futuro do desenvolvimento de softwares, baseando-se em suas vivências.

Com isso, surgiu um manifesto ágil que apresenta 4 fundamentos-chave do manifesto e 12 princípios norteadores das metodologias ágeis.

Os fundamentos-chave do manifesto ágil são:

  • Indivíduos e interações são mais importantes do que processos e ferramentas;
  • Software funcionando é mais importante do que documentação;
  • Colaboração com o consumidor mais importante do que negociação de contratos;
  • Resposta às mudanças é mais importante do que seguir um plano.

O principal objetivo destas metodologias ágeis é a maximização dos trabalhos das equipes de projetos, como também, dos resultados que são gerados a partir destes projetos.

Quais as principais metodologias ágeis?

Agora veremos quais as principais metodologias ágeis que estão atualmente no mercado, são elas:

  1. Scrum

    É a metodologia mais utilizada atualmente. O termo “Scrum” remete ao reinício de uma jogada do Rugby, nela, os jogadores dos dois times juntam as cabeças abaixadas e se empurram para conseguir a bola.

    O processo é dividido em ciclos de 1 a 4 semanas, chamados sprints, e as ações a serem implementadas são colocadas em uma lista de pendências, chamada backlog. Há também um importante personagem que é o Scrum Master, ele é responsável por orientar a equipe em relação ao Scrum.

    A todo início de ciclo é realizada uma reunião de planejamento, sendo que o product owner prioriza os itens do backlog e a equipe verifica as atividades que são possíveis de se realizar no próximo sprint. Ao longo do projeto, a equipe faz reuniões diárias para acompanhamento e alinhamento.

    No final do sprint, a equipe realiza a revisão do sprint (para inspecionar o incremento do produto), a retrospectiva do sprint (para que o time possa inspecionar a si mesmo e identificar oportunidades de melhoria) e, após esses dois eventos, o time está pronto para planejar o próximo sprint.

  2. SAFe (Scaled Agile Framework)

    Basicamente, esta metodologia reúne as práticas que mais obtiveram sucesso em termos de metodologias ágeis. Sua base contém princípios do Scrum, XP (Extreme Programming) e o Lean. É um método que está em constante evolução.

    O SAFe fornece um conjunto de práticas que se estende aos níveis estratégico, tático e operacional, possibilitando que a cada ciclo todos os níveis realizem as tarefas necessárias.

    Tem um funcionamento um pouco diferente dos sprints do Scrum, pois o incremento final do programa é realizado em 75 dias. Sendo dividido em 5 sprints de 15 dias que representam um Agile Release Train. A quantidade de dias não é fixa, dependerá do tipo de projeto.

  3. FDD (Feature Driven Development)

    É um método focado em promover o desenvolvimento por funcionalidade, tendo sua praticidade comprovada em projetos iniciais ou projetos com codificações existentes. É um método que funciona muito bem com a metodologia Scrum.

    Basicamente foca em partes para expandir para o todo, pois é a partir da concordância de todas as equipes é que se entenderá que o modelo estará pronto. A cada fase concluída é necessário um relatório para se manter o controle.

    Conclusão

    Sabendo o quanto as metodologias ágeis são eficazes na solução de problemas mais complexos e que há muitas metodologias existentes. Você escolheu a sua?

 

Quer continuar a conversa?
Entre em contato conosco pelo WhatsApp!

conteÚdos relacionados

Conheça os graus de inovação

Saiba mais
Os diferentes graus de inovação: Para que servem e como utilizá-los?

Conheça grandes mulheres que representam a inovação feminina na História.

Saiba mais
Inovação feminina: Conheça algumas mulheres que inspiraram nossa história

Você sabia que existem vários tipos de inovação? Sim, existem quatro tipos de inovação, conheça-as neste artigo!

Saiba mais
Principais tipos de inovação: Saiba qual a mais adequada para a sua organização

Ainda dá tempo de usar a Lei do Bem para o ano-base 2020? Confira neste post nossa visão...

Saiba mais
O fim do ano chegou. Como estão contabilizados os dispêndios e benefícios do ano-base 2020?

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Conheça nossa Política de Segurança.