O fim do ano chegou. Como estão contabilizados os dispêndios e benefícios do ano-base 2020?

Por Francisco Tripodi, 23 de Dezembro de 2020

Compartilhe o conteúdo!

2020 foi um ano difícil: acompanhamos muitas empresas lutarem pela sobrevivência, pela preservação do caixa e pela garantia das entregas sem afetar o prazo, apesar de mudanças radicais nas dinâmicas do mercado.

A Lei do Bem é um importante instrumento para otimizar os recursos investidos em inovação. Essencial para anos como o que estamos vivendo. Para que sua empresa possa utilizar-se dos benefícios oferecidos, não é necessário pré-aprovação dos projetos de inovação, basta que sejam identificados os projetos e contabilizados os dispêndios. Com isso, sua empresa pode ir utilizando os benefícios durante os meses que incorrem os gastos.

 

Ainda dá tempo de contabilizar os dispêndios de 2020 para a Lei do Bem?

Sempre recomendarmos a contabilização mensal dos dispêndios em inovação, mas entendemos que o cenário atípico fez com que muitas empresas deixassem a atividade apenas para o final do ano. A passos largos, o ano de 2020 praticamente acabou! Muitas empresas ainda nem começaram esse processo e já estão sofrendo a pressão para o fechamento da contabilidade do ano. Hoje mesmo elaborei um cronograma de início dos trabalhos de 2020 para um grande cliente da área de tecnologia. Vai ser corrido para todo mundo, mas geraremos resultados efetivos para a companhia, em um curto espaço de tempo, mais especificamente 28 dias corridos...

Apesar do timming crítico, minha experiência com mais de 12 anos na utilização dos benefícios da Lei do Bem mostra que com metodologia adequada e consultores especializados é possível concentrar esforços, criar uma sala de guerra e fazer um trabalho retroativo para contabilizar todos os dispêndios que ainda não foram registradas ao longo de 2020.

Saiba como mais de 100 empresas estão utilizando de forma ampla e segura a Lei do Bem acessando www.programaleidobem.com.br e agende uma conversa com um dos nossos sócios.

 

Quer continuar a conversa?
Entre em contato conosco pelo WhatsApp!

Francisco Tripodi

Francisco Tripodi

Sócio-diretor da Pieracciani

Administrador de Empresas, MBA em Gestão Financeira, Auditoria e Controladoria pela FGV. Consultor especializado em gestão de projetos de Inovação Tecnológica, ferramentas e modelos de gestão. Implementou sistemas de gestão de portfólio e priorização de projetos. Coordenou o desenvolvimento do software de Gestão da Inovação, alinhado às exigências do MCTI e da Receita Federal.

conteÚdos relacionados

Conheça os graus de inovação

Saiba mais
Os diferentes graus de inovação: Para que servem e como utilizá-los?

Conheça grandes mulheres que representam a inovação feminina na História.

Saiba mais
Inovação feminina: Conheça algumas mulheres que inspiraram nossa história

Você sabia que existem vários tipos de inovação? Sim, existem quatro tipos de inovação, conheça-as neste artigo!

Saiba mais
Principais tipos de inovação: Saiba qual a mais adequada para a sua organização

As metodologias ágeis surgiram da indústria de software e se disseminaram para o mundo dos negócios

Saiba mais
Metodologias Ágeis: O que são e como funcionam?

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Conheça nossa Política de Segurança.