Aprender a Inovar: Tudo começa na escola

Por Pieracciani, 11 de Dezembro de 2020

Compartilhe o conteúdo!

Quando o tema é inovação ou  aprender a inovar, geralmente pensamos em tecnologia, mas inovar vai além disso. Obviamente a tecnologia é importante para a inovação, mas quando pensamos em novas ideias, estamos inovando.

Por isso, a ação de inovar pode e deve ser aprendida desde cedo, de preferência, na escola, pois ensinar nossas crianças a serem criativas, a abrirem suas mentes para o novo, é prepará-las para um futuro de inovações.

Infelizmente o nosso sistema educacional não está acompanhando a velocidade da comunicação digital, pois cada vez mais, temos acesso a inúmeras informações em tempo real, sem sequer conseguir assimilá-las.

 

É possível estimular as crianças a terem mentes inovadoras?

Desenvolver mentes não é uma tarefa fácil, ainda mais quando as escolas não estimulam determinadas competências para que as crianças se tornem pensadores livres.

Sim, estimular as crianças a pensarem livremente pode parecer algo muito simples, afinal, nós nunca paramos de pensar, mas a realidade é que pensar livremente fica difícil quando os professores resolvem seguir fielmente apenas regras.

Embora os Parâmetros Curriculares Nacionais – PCN’s tenham modificado bastante as ideias retrógradas de matérias “decorebas”, podemos ressaltar que nem sempre eles são seguidos.

Isto porque ainda existe uma tradição de que as matérias escolares devem ensinar o aluno a ler e a aprender matemática adequadamente, ou a passar no vestibular etc. Porém, esquecem que o aluno pode ler, mas não compreender, pois a mente não foi preparada para amplificar seu conhecimento.

Atualmente existem diversas práticas que estimulam a mente a aprender melhor, embora seja uma tarefa que deva ser tratada com mais profundidade, visto que cada um aprende de uma forma diferente e a individualidade é primordial para aprender.

E sendo a individualidade um fator essencial para estimular a mente a aprender, os professores devem estar atentos ao tempo e a forma que cada aluno aprende, que pena que com a quantidade de alunos por sala de aula, a tarefa é quase impossível.

 

Quais as ações práticas que podem estimular as mentes inovadoras?

Iremos a partir de agora apresentar algumas práticas que podem estimular as mentes a serem mais inovadoras, são elas:

  1. Não ter medo de errar – Esta talvez seja uma das mais importantes práticas que devem ser aplicadas na escola, pois sabemos que errar é praticamente condenado dentro da sala de aula, mas a realidade é que errar faz parte do processo, precisamos entender que nem sempre acertaremos da primeira vez e nem por isso seremos um fracasso;
  2. Resiliência – Outro fator importante, pois após o fracasso, precisamos ter a capacidade de tentarmos de novo ou de um modo diferente, pois demonstra que a pessoa estará preparada para qualquer desafio;
  3. Aperfeiçoar – Sempre procure melhorias, pois as grandes inovações derivam de processos que foram aprimorados;
  4. Socialização – Aqui vamos enfatizar a ideia de que a socialização deverá ser sem meios virtuais, mas no sentido de realizar trabalhos em equipe, reuniões em grupos etc.;
  5. Promover atividades que estimulem mais a capacidade criativa das crianças aliando-a à ciência, permitindo que suas mentes se abram para a inovação, criação e para a validação de hipóteses;
  6. Promover atividades de leitura e discussão sobre o que foi lido, pois é muito importante estimular a capacidade de leitura e interpretação dos alunos.

 

Conclusão

Obviamente existem muitas outras práticas que poderiam ser mencionadas aqui, mas queríamos mencionar apenas as mais relevantes e que podem realmente ajudar no processo.É importante que os pais também tenham um papel relevante na educação para estimular as crianças, acompanhar todo o processo para serem criativas e para aprender a inovar.

 

Quer continuar a conversa?
Entre em contato conosco pelo WhatsApp!

Pieracciani

Pieracciani

Um Time multidisciplinar preparado para pesquisar, conceber soluções e agir de forma inovadora.

conteÚdos relacionados

Conheça os graus de inovação

Saiba mais
Os diferentes graus de inovação: Para que servem e como utilizá-los?

Conheça grandes mulheres que representam a inovação feminina na História.

Saiba mais
Inovação feminina: Conheça algumas mulheres que inspiraram nossa história

Você sabia que existem vários tipos de inovação? Sim, existem quatro tipos de inovação, conheça-as neste artigo!

Saiba mais
Principais tipos de inovação: Saiba qual a mais adequada para a sua organização

Ainda dá tempo de usar a Lei do Bem para o ano-base 2020? Confira neste post nossa visão...

Saiba mais
O fim do ano chegou. Como estão contabilizados os dispêndios e benefícios do ano-base 2020?

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Conheça nossa Política de Segurança.