O momento pede agilidade na vida e nos negócios

Por Larissa Fiorentin, 03 de Novembro de 2020

Compartilhe o conteúdo!

A frase “é tempo de ser ágil” ganha uma nova roupagem, e agora ela deve ser ampliada para “os negócios precisam ser ágeis”.

Com essa preocupação, o SENAC SP me convidou para abordar o tema gestão ágil à luz dos novos tempos na campanha #VAMOJUNTO, cujo objetivo é levar temas relevantes e essenciais a serem aplicados em sala de aula. Conheci a equipe do Senac SP a partir de ações realizadas no ProVA - Laboratório de Inovação do Varejo, um projeto da ABDI realizado pela Pieracciani, e desde então atuamos em parceria para acelerar a inovação nos negócios.

Destaco abaixo os principais elementos de uma gestão ágil discutidos no encontro: 

  • A sociedade anseia ser ágil. Às características encontradas no mundo VUCA (acrônimo das palavras: Volátil, Uncertain – Incerto, Complexo e Ambíguo) soma-se a realidade da modernidade líquida, conceito trazido pelo sociólogo Zygmunt Bauman, em que tudo é transitório e maleável. Saímos de uma lógica moral na sociedade, pautada na durabilidade, rigidez e busca pela verdade; e entramos na era líquida, cujo consumo é o mestre da lógica e, portanto, há fragilidade nas relações. Não nos resta dúvidas: os negócios não podem ser geridos por pensamentos “quadrados” e lineares, é preciso ampliar o horizonte e atuar com perspicácia. 

  • Gestão ágil tem ferramenta, tem etapas, tem rituais, mas acima de tudo, tem atitude. O ser humano será sempre o protagonista das ações - seja no papel de consumidor, de usuário, de colaborador, de gestor e, também, no de empreendedor. Afinal, gestão ágil não se compra, se faz! 

  • Em sala de aula, professores devem olhar para o ensino com a perspectiva de gestão ágil: ser mais prático, captar a necessidade do aluno e, principalmente, conectar a teoria com a aplicação – por exemplo, provendo uma aula experimental. Há métodos que auxiliam para esse desempenho, o ROPES é um deles.
     
  • Existem práticas essenciais para malhar a mentalidade ágil de gestores e empreendedores: busca pelo novo, reflexão ativa, gosto pelo experimento e ausência de medo de errar. Treine para buscar ter facilidade e velocidade nas respostas às mudanças e acontecimentos inesperados.

Comece já a praticar uma gestão ágil com ações práticas:

  1. Organize: conheça profundamente seu negócio e crie um planejamento estratégico, 

  2. Visualize: crie uma gestão com processos e fluxos alinhados às ações estabelecidas anteriormente. Observe os avanços periódica e meticulosamente, 

  3. Aja: execute as atividades planejadas de forma harmoniosa, equilibrando o ritmo da execução com as atividades de acompanhamento, 

  4. Reflita: analise os resultados e identifique melhorias. Aprenda com os erros cometidos.

 

Tudo a ver com o momento atual, não é? Responda à mudança com a transformação! Seja ágil!
Caso queira continuar esta conversa ou saber mais sobre esse assunto fico à disposição.

Se você gostou desse assunto, pode se interessar pelo Innovation Belt, um programa de capacitação e certificação em gestão da inovação. No módulo Processos, apresentamos o conceito ágil para a gestão de projetos de inovação e apoiamos os alunos na estruturação de processos mais eficazes desde a captura de ideias até a implementação de projetos.

 

Este artigo foi originalmente publicado no Linkedin, e selecionado pela curadoria do time de Linkedin Notícias.

Larissa Fiorentin

Larissa Fiorentin

Consultora

Engenheira de Produção pela PUCPR . Realizou planejamentos financeiros em indústrias e gerenciou projetos de criação de websites através da metodologia / guia PMBOK e Design Thinking. Atualmente, trabalha com projetos de inovação utilizando várias metodologias modernas (como design thinking, design driven innovation, UX etc.) e no diagnóstico e implantação de soluções para a Indústria 4.0.

conteÚdos relacionados

O que a inovação frugal tem a ver com sustentabilidade? Neste artigo, exploramos os pontos de convergência...

Saiba mais
O que a inovação frugal tem a ver com a corrida sustentável?

Investir em inovação é essencial para se manter moderno e relevante, mas como provar o valor do investimento em inovação?

Saiba mais
Como provar o valor da inovação dentro da minha empresa?

Proteger, promover e respeitar os direitos humanos não é papel apenas do Estado. As empresas devem assumir seu papel...

Saiba mais
Empresa e Direitos Humanos – Sinergia Positiva

Os incentivos fiscais correspondem a medidas importantes no cenário brasileiro, sendo garantidos por lei.

Saiba mais
Como utilizar os incentivos fiscais da Lei do Bem em prol da inovação?