Inovação por dois vieses: Adaptação e Exaptação

Por Pieracciani, 15 de Junho de 2020

Compartilhe o conteúdo!

Inovação por dois vieses: Adaptação e Exaptação

Já foi desmistificado o fato de que inovação tenha que ser algo disruptivo. Pesquisadores da área de inovação analisando comportamentos de mercado, se baseiam no fato de que existem dois eixos de inovação mais difundidos: adaptação e exaptação.

Abaixo refletiremos seus significados, impactos causados na indústria e qual caminho seguir.

A adaptação é formada pelo prefixo “ad” com a palavra “aptation”, que traduzindo de forma simples, significa adicionar uma adaptação em um produto para manter-se a função a ele designado. Podemos tomar como exemplo a indústria automobilística onde, em países como Reino Unido e Austrália a posição de pilotagem alterou-se para o lado direito, moldado pela cultura local. Isso faz com que a abrangência de mercado se amplie, podendo acariciar novas oportunidades de negócio.


Já a palavra exaptação é formada pela junção do prefixo “ex” com a palavra “aptation”, uma característica útil que passa a executar uma outra função. De modo prático, podemos enxergar como exemplo a própria natureza. Logo após o nascimento de uma ave, as penas têm em sua função principal de diminuir a troca de calor entre o corpo e o ambiente, promovendo o aquecimento. Na fase jovem e adulta, as penas têm como sua função principal ajudar na flexibilização do voo
Levando isso para a indústria, exemplos clássicos podem ser analisados. Uma manta viscoelástica foi criada para ser utilizada para a forração dos bancos em naves espaciais, a fim de amortecer os tripulantes em uma eventual queda. Não alcançando o sucesso, foi logo descartada onde, sua patente entrou em domínio público se tornando hoje o que nós conhecemos como “Travesseiro da Nasa”.


A pergunta que fica é: qual dos dois vieses seguir? Resposta: Depende. É necessário que a busca pela inovação seja acompanhada de pesquisas constantes e atenção a perguntas como: “o que meus concorrentes estão fazendo? ”, “quais as tendências de mercado?” e “o que há de novo no setor em que estou inserido?”. Pois adaptações de produto, processo ou serviço podem logo ficar obsoletas, fazendo com que haja a necessidade de se buscar uma alteração drástica em sua função, ou seja, a exaptação.

Pieracciani

Pieracciani

Um Time multidisciplinar preparado para pesquisar, conceber soluções e agir de forma inovadora.

conteÚdos relacionados

O que a inovação frugal tem a ver com sustentabilidade? Neste artigo, exploramos os pontos de convergência...

Saiba mais
O que a inovação frugal tem a ver com a corrida sustentável?

Investir em inovação é essencial para se manter moderno e relevante, mas como provar o valor do investimento em inovação?

Saiba mais
Como provar o valor da inovação dentro da minha empresa?

Proteger, promover e respeitar os direitos humanos não é papel apenas do Estado. As empresas devem assumir seu papel...

Saiba mais
Empresa e Direitos Humanos – Sinergia Positiva

Os incentivos fiscais correspondem a medidas importantes no cenário brasileiro, sendo garantidos por lei.

Saiba mais
Como utilizar os incentivos fiscais da Lei do Bem em prol da inovação?