ONG que apoia luta contra o câncer busca recursos durante a Covid-19

Por Pieracciani, 08 de Abril de 2020

Compartilhe o conteúdo!

ONG que apoia luta contra o câncer busca recursos durante a Covid-19  

“Você pode esperar três, quatro meses. Quanto tempo durar essa crise, mas nossos motoristas estão em campo, porque o câncer não espera”, explica Celso Rodrigues, presidente da Associação Helena Piccardi de Andrade Silva-AHPAS (pronuncia-se “a paz”), ONG que oferece transporte e apoio sociofamiliar gratuito a crianças e adolescentes em tratamento de câncer.

Rodrigues é voluntário da instituição desde sua fundação e conta que após o anúncio realizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que classifica a Covid-19 como uma pandemia, todos os colaboradores passaram a exercer suas atividades via home office; exceto os motoristas, pois mesmo durante o surto há crianças e adolescentes que precisam do auxílio da instituição para manterem o tratamento.

Rodrigues explica que todos os carros são periodicamente higienizado e a ONG disponibiliza álcool em gel e máscara, para funcionários e pacientes, além de orientação para as famílias. “Nós tomamos todos os cuidados para que essa criança, que já está muito vulnerável, não se contamine. Até agora não tivemos nenhum caso de desistência do tratamento”, comentou. Ele ainda fala que por causa das medidas de afastamento social, adotadas pelo Estado São Paulo- região onde a instituição atua, o transporte e atendimento dos pacientes está mais ágil.

Assim como outras instituições, a AHPAS está sendo duramente afetada pelo surto da Covid-19. Parte relevante de sua renda é proveniente de um bazar e eventos de arrecadação, ambos suspensos devido ao novo coronavírus. Agora, sua receita depende exclusivamente da doação de pessoas físicas e jurídicas. “A gente não recebe nenhuma verba incentivada, nós não temos nenhum apoio municipal ou do governo, nada disso. Hoje a gente está dependendo de doação em dinheiro”, esclareceu Rodrigues.

O presidente da instituição explica que, para manter as contas em dia, a AHPAS teve que negociar com fornecedores e remanejar, temporariamente, os salários e horas de trabalho de parte de seus colaboradores. Campanhas de arrecadação de fundos também estão acontecendo e, neste momento, cada ajuda conta. Seja doando ou compartilhando via redes sociais.

O que é a AHPAS e onde atua

Fundada em 1999, a Associação Helena Piccardi de Andrade Silva – AHPAS é uma organização sem fins lucrativos, que oferece acesso ao tratamento oncológico de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade, através do serviço de transporte e medidas de apoio sociofamiliar na cidade de São Paulo.

O objetivo é contribuir para a continuidade do tratamento desses pacientes. Além disso, a instituição oferece alimento durante transporte, promove campanhas de doação e realiza atividades culturais e educacionais para pacientes e suas famílias. Celso Rodrigues, presidente da ONG, explica que o perfil dos atendidos é composto por “crianças que moram distante dos hospitais, com baixa mobilidade, problemas socioeconômicos e sem condições de realizarem o tratamento através do transporte público e muito menos transporte por aplicativo”.

Além do apoio ao tratamento, a AHPAS também oferece acolhimento por meio do seu Grupo de Pais Enlutados, que conta com a ajuda de psicólogos e é aberto para famílias não atendidas pela instituição, mas que passam por esse momento de perda.

Como ajudar

Devido ao surto do Covid-19, hoje a única forma de contribuir é através da doação direta, realizada AQUI.

Porém, você pode doar via imposto de renda ou programa de voluntariado AQUI.

Confira abaixo a entrevista com Celso Rodrigues

Pieracciani

Pieracciani

Um Time multidisciplinar preparado para pesquisar, conceber soluções e agir de forma inovadora.

conteÚdos relacionados

Nova parceria entre Nelm e Pieracciani

Saiba mais
Nova parceria!

7 coisas do 5w2h aplicado à produção de conteúdo

Saiba mais
7 aplicações para a produção de conteúdo

Professor Roberto Verganti ministra curso sobre Inovação e Design no Novo Normal

Saiba mais
Como estar preparado para o mundo pós-pandemia?

Inovação por dois vieses: Adaptação e Exaptação

Saiba mais
Inovação por dois vieses: Adaptação e Exaptação