O Rota 2030 pode ajudar na segurança veicular

Por Pieracciani, 22 de Abril de 2019

Compartilhe o conteúdo!

Além das metas de eficiência energética e rotulagem veicular, estão previstas também no Rota 2030 diversas metas e compromissos a fim de melhorar a segurança e o conforto dos veículos produzidos no Brasil. Novas tecnologias e novos sistemas deverão ser incorporados como itens de série dos veículos e de forma incremental com base na evolução das fases do programa. Sistemas como ESC (controle de estabilidade), ESS (indicação de frenagem de emergência) e o desenvolvimento de mecanismos que possibilitem uma melhor absorção de impacto lateral nos veículos, estão listados como itens a serem incrementados num primeiro momento. Há ainda a possibilidade de redução de até um ponto percentual de IPI para veículos que apresentarem, além dos sistemas citados, sistemas como de frenagem automático de emergência para obstáculos móveis e obstáculos fixos, aviso de afastamento de faixas e controle de cruzeiro adaptativo.

Espera-se com o Rota 2030 um incremento tecnológico considerável para o setor automotivo no âmbito da comercialização de veículos com níveis de segurança mundial, o que permitirá uma maior competitividade ao país devido a possibilidade de exportação, dado que o cenário atual não atende os requisitos de segurança necessários.

O programa busca incentivar os investimentos direcionados à Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) nas montadoras, autopeças e sistemistas, criando oportunidades de desenvolver novas tecnologias em parceria com Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs), empresas de base tecnológica (startups), ou mesmo a agregação da expertise das matrizes mundiais, desde de que as tecnologias sejam aprimoradas experimentalmente em solo brasileiro.

Outro ponto positivo a ser destacado refere-se aos avanços de tecnologia na direção dos tão desejados carros autônomos. Atingir os níveis de segurança exigidos pelo programa permitirá ainda um maior aprimoramento dos controles e softwares a serem desenvolvidos ao longo das fases do Rota 2030, aumentando a confiabilidade das tecnologias atuais.

Acompanhe mais textos sobre o assunto.

Pieracciani

Pieracciani

Um Time multidisciplinar preparado para pesquisar, conceber soluções e agir de forma inovadora.

conteÚdos relacionados

Tradicionalmente, o modelo de inovação adotado pelas grandes corporações do século XX era um modelo de inovação fechada

Saiba mais
Características da Inovação Fechada e da Inovação Aberta

A Jornada do Usuário é uma representação sintética que descreve passo a passo como um usuário interage com um serviço.

Saiba mais
Jornada do Usuário: uma forma de entender e melhorar as interações

Para muitos, essa pergunta causou um leve desconforto e uma certa agitação. Arrisco dizer que são sintomas de uma estratégia talve

Saiba mais
Qual é o propósito que você está atendendo: o seu, da sua empresa ou do cliente?

O livro trata da sociedade e do poder de liderança sob a perspectiva da existência de “tribos”.

Saiba mais
Livro “Tribos: Nós Precisamos que Vocês Nos Liderem”

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Conheça nossa Política de Segurança.